img_2601

O Instituto Rugby para Todos colocou em ação neste mês de junho o Intercâmbio RPT Brasil – EUA, que levou os jovens Gilmar Almeida e Bianca Santos, educandos do projeto e atletas da Seleção Brasileira de Rugby, à San Francisco, na Califórnia, onde vão realizar durante 45 dias um Summer Rugby Camp na Danville Oaks Rugby FC, parceira do Instituto nesse intercâmbio.

A oportunidade surgiu através do facilitador Steve Restaino, ex-jogador de rugby e que conheceu o RPT neste ano, ajudando nos primeiros contatos com o clube americano e ministrando aulas de inglês para os educandos do projeto. Com a parceira da American Airlines e da Nascimento Turismo, o Intercâmbio finalmente saiu do papel e Gilmar e Bianca já desfrutam da enriquecedora experiência nos Estados Unidos, para onde embarcaram no último dia 18 de junho.

Os atletas ficarão hospedados durante o período do intercâmbio em casas de famílias ligadas ao Danville Oaks, em San Francisco, onde recebem toda a hospitalidade e apoio logístico para os treinamentos no clube e em outros passeios. Fabrício Kobashi, diretor do RPT e que está acompanhando parte do período de intercâmbio com Gilmar e Bianca nos EUA, conta que a experiência só tem pontos positivos. “Com certeza os nossos alunos vão deixar uma ótima impressão sobre os Leões de Paraisópolis, o Instituto Rugby Para Todos e o Rugby Brasileiro, aprendendo um idioma que será importante em suas formações e fazendo amizades e parcerias que poderão trazer novas oportunidades esportivas e educacionais para ambos os lados”. E o objetivo é continuar com as parcerias. “A ideia é poder dar continuidade com o programa de intercâmbio, com mais alunos do RPT indo nos próximos anos e colaborando com a vinda de alunos e times americanos ao Brasil e América do Sul também”.

Segundo Gilmar, que é atleta e aluno do RPT desde 2004, quando ingressou aos 9 anos, esse intercâmbio vai ser especial. “Já viajei para o Uruguai com a Seleção e com o Pasteur (clube que também defende), mas essa experiência é a mais importante. Vou poder aprender muitas coisas, desde aperfeiçoar meu inglês, até novas técnicas de rugby”. O Danville Oaks RFC tem tradição nos EUA em equipes juvenis de rugby, tendo alcançado diversos títulos ao longo dos anos. E o período do camp vai ser importante para outro objetivo de Gilmar, o Sulamericano Juvenil de Rugby, que será realizado em agosto, no Uruguai e Paraguai. “Vou aproveitar esse tempo nos EUA para aprimorar ainda mais meu condicionamento físico, treinar muito contato, muito com a bola e chegar voando para a competição”.

Mas a experiência na Califórnia não se resume ao novo ambiente em contato com o esporte. “Quando comecei a treinar rugby no RPT não imaginava chegar até aqui. Representar a seleção, ganhar títulos e levar o nome de Paraisópolis e do Brasil para todo o mundo. Fico muito orgulhoso dessa trajetória”, completa Gilmar.

“Um sonho”
Bianca Santos, de 16 anos e que é aluna do RPT desde 2010, compartilha da mesma opinião do amigo Gilmar. “Realmente é um sonho. Quando fiquei sabendo que seria contemplada com esse intercâmbio fiquei feliz demais. Espero aproveitar cada momento dessa experiência da melhor forma possível”. E se depender da família Parker, que recebeu Bianca na Califórnia, a estadia vai ser muito proveitosa. “Mantive contato com a garota que vai ser minha colega de quarto em San Francisco e ela é muito carinhosa e me recebeu muito bem. Sei que ela é uma atleta juvenil de rugby muito reconhecida nos EUA, então espero aprender o máximo que eu puder sobre rugby, sobre a cidade e sobre a língua”.
Bianca e Gilmar voltam ao Brasil no dia 3 de agosto e você acompanha aqui semanalmente um diário sobre a experiência dos Leões nos EUA!

Responda

Copyright © 2017 Todos os direitos reservados.